Bordado

                                                                          Marta Morais da Costa


A linha, que trama
e cobre o pano
imagem e cor,
traduz compassos
de um concerto de maciez e relevos.
No risco, o desenho a se fazer corpo
que os dedos acariciam
sensualmente.
Os fortes fios
mergulham em abismos,
revelam em seda e algodão
segredos imersos
nos mares do tecido
que, impudico, se abre
ao toque e ao parto
das mãos artífices.
 
Bordar o dentro
como quem desenha
riscos no mar,
segredos de corais,
pérolas
e serpentes.
Foto por Simon Clayton em Pexels.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s